Carta in qua continetur quod domnus Gauinus reliquid isti eclesie medietatem eclesie Sancti Stefani de Aurauca cum alis cassalis hic positis hoc totius habet dicta abbatissa et post eius mortem remaneat isti eclesie

Cartulário:

Nº Documento: 
0070
Fólio: 
35r-35v
Data do documento
Ano: 
1158
Nota: 

O termo a quo da data crítica é o ano da morte (?) de Toda Viegas, porque o texto, ao aludir ao seu prestimónio vitalício, diz tenuit e não tenet, o que mostra que o mesmo já tinha caducado. Cfr. Maria Helena da Cruz Coelho, O Mosteiro de Arouca…, p. 38, nota 5, e p. 39.

Documento original
Original: 
Não

Outorgante:

(a) Domna Toda abbatissa de Arauca tenuit in prestimonium medietatem ecclesie Sancti Stephani de Arauca quam domnus Gauinus Colimbriensi sedi in testamento reliquerat pro anima sua cum medio de illo casal inde de illo Auteiro iuxta Sanctum Christoforum et alium medium de illo casale de Fundo de Molnes hoc totum ei abbatisse episcopus domnus Gunsaluus suus propinquus in prestimonium contulit ut in uita sua illud tantum(b) haberet et post mortem suam liberum et sine ulla contradictione ad predictam sedem totum suum ius rediret sicut quidam frater et alii plures de Monte de Fust testantur.

Aparato: 

(a) A rubrica está em letra posterior. — (b) A palavra tantum encontra-se adicionada na entrelinha.

Bibliografia: 

Manuel Augusto Rodrigues, Livro Preto: Cartulário da Sé de Coimbra. Edição crítica. Texto integral, Arquivo da Universidade de Coimbra, Coimbra, 1999.