Nota hereditates que per uiolentiam retinentur sedi Colimbrie

Cartulário:

Nº Documento: 
0268
Fólio: 
124v
Data do documento
Ano: 
1115
Nota: 

1115-1116. P.ᵉ Miguel de Oliveira (Os territórios diocesanos…, p. 50) data esta notícia entre 1115-1116, "do tempo em que os bispos do Porto e de Coimbra andavam em litígio pela posse do território entre o Douro e o Antuã".

Documento original
Original: 
Não

Outorgante:

(a) Castrumia cum adieccionibus et testamentis ad integrum, Sancto Micha[e]le, Saxo Albo, Sancto Martino, Arnelas, Sancta Maria de Famelgos, Sancta Marina de Purtugal cum suis directuris, Sancto Cipriano de illa Gandera, Sancto Saluatore de Guitin cum suis directis, Sancta Cruce de Lacuna, Sancto Donato, Sancto Petro de Villa Plana, Oluar(b), Sancto Iohanne de(c) Vaer ad integrum(d).

Aparato: 

(a) A rubrica foi escrita com letra de época posterior, na margem esquerda. — (b) No texto, a palavra Oluar está repetida, em virtude de a primeira se encontrar parcialmente ilegível. — (c) Palavra adicionada na entrelinha. — (d) Desde Oluar até integrum está escrito em letra diferente.

Bibliografia: 

Manuel Augusto Rodrigues, Livro Preto: Cartulário da Sé de Coimbra. Edição crítica. Texto integral, Arquivo da Universidade de Coimbra, Coimbra, 1999.